informe o texto a ser procurado
Mato Grosso, segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Notícias / Política

23/09/2021 | 11:47

Botelho diz defender rotatividade de poder, mas admite que vai reassumir presidência se STF permitir

Da Redação

O 1º secretário da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), afirmou à imprensa nesta quarta-feira (22) que defende a rotatividade de poder à frente da Casa. Na mesma entrevista, porém, ele admitiu que reassumirá a presidência do Parlamento, caso seja essa a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Eu acho que a não reeleição é importante para haver um equilíbrio na Assembleia. Eu não sou a favor também do poder eterno aqui dentro. Isso gera um poder muito grande e quando a pessoa é está conduzindo bem, é uma boa, mas quando ele quer desviar um pouco, ele consegue”, disse.

Botelho foi questionado sobre o assunto porque, ao mesmo tempo em que a Suprema Corte analisa sua possível recondução ao comando da Casa, o Parlamento aprovada a Emenda Constitucional que proíbe a reeleição da Mesa Diretora.

A mudança na legislação atende a uma readequação da interpretação jurídica que tirou o democrata da presidência no começo deste ano, quando foi eleito para sua terceira gestão à frente da AL. Consultado, o STF compreendeu que a recondução era inconstitucional. Agora, a Suprema Corte reanalisa o caso.

Eduardo Botelho também foi questionado sobre sua reeleição com o atual presidente da Casa, deputado Max Russi (PSB), já que agora os dois disputam pelo comando da AL. Oficialmente, o democrata afirmou que a relação é de respeito e muito boa, com muita tranquilidade.

Porém, minutos antes, quando foi questionado sobre o julgamento do caso, Botelho sugeriu aos repórteres que fizessem o questionamento a Russi, já que era ele quem tinha deixado claro que iria ‘correr atrás’ de permanecer no poder e, portanto, deveria estar mais atualizado que ele sobre o assunto.
 

GW100 News

 
Sitevip Internet