informe o texto a ser procurado
Mato Grosso, quinta-feira, 27 de janeiro de 2022

Notícias / Política

26/11/2021 | 14:52 - Atualizada em 26/11/2021 | 17:14

TJ revoga afastamento e Emanuel reassume prefeitura de Cuiabá

Prefeito estava afastado desde 19 de outubro

Folha Max

O desembargador Luiz Ferreira da Silva, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, revogou o afastamento do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB). Com isso, ele está apto a reassumir o cargo no Palácio Pinheiro foi afastado em 19 de outubro, durante deflagração da Operação Capistrum. Ele foi denunciado por fazer nomeações ilegais na Secretaria de Saúde, com objetivo de angariar apoio político.

Ele chegou a sofrer um segundo afastamento, na esfera cível. Esse afastamento foi revogado pelo presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Humberto Martins, na última semana.

Ao revogar a decisão, o desembargador determinou que o prefeito não mantenha contato com os demais denunciados. A exceção é a primeira-dama, Márcia Pinheiro.

Além de Emanuel Pinheiro, também foram afastados do cargo o chefe de gabinete do prefeito, Antônio Monreal Neto, e a secretária adjunta de Governo e Assuntos Estratégicos, Ivone de Souza. São ainda alvos a primeira dama, Márcia Pinheiro, e o ex-coordenador de Gestão de Pessoas, Ricardo Aparecido Ribeiro. As investigações apontam ainda supostas fraudes no pagamento do “Prêmio Saúde”.

De acordo com o MPE, as irregularidades no prêmio teriam causado prejuízos de mais de R$ 16 milhões aos cofres públicos de Cuiabá.

 
 

GW100 News

 
Sitevip Internet